Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 28 de Junho de 2017
Quem Somos   I   Contato
  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 ARTIGO
30 de Junho, 2015 - 22:07
  Licio Antonio Malheiros - Olhar Direto

   Ideologia de gênero uma aberração
     

Como se não bastasse, à comparação esdrúxula e imoral da transexual Viviany Beloboni, tentando viver as dores de crucificação sofrida por Cristo, na 19ª Parada do Orgulho LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Agora, tentaram mais uma manobra macabra, com a aprovação no Congresso Nacional, do Plano Nacional de Educação PNE, lei Nº 13.005, de 2014, trazendo em seu bojo, a introdução, da Ideologia de Gênero, que deveria ser introduzidas nas escolas públicas e privadas, com validade de 10 anos.  No último dia 24 de junho, foi levado às Câmaras Municipais, o PNE, para que este fosse aprovado na sua integralidade, ou retirado, esse item nefasto e vergonhoso, que ficou conhecido como “ideologia de gênero”. Felizmente por unanimidade os vereadores da Câmara Municipal de Cuiabá, retiraram do Plano Municipal de Educação, tanto as questões da orientação sexual quanto a famigerada “ideologia de gênero”.

O termo “ideologia de gênero” pode parecer num primeiro momento, algo inofensivo, até soar, com uma conotação de suavidade; porém, na verdade acaba criando uma dicotomia entre certo e errado, masculino e feminino.

Vamos à definição de Ideologia de Gênero, que quer dizer o seguinte: a criança nasce sem um sexo definido, portanto quando ela vem ao mundo, não deve ser considerada do sexo masculino ou sexo feminino; depois, ela fará esta escolha, essa é a definição da chamada identidade de gênero ou ideologia de gênero, uma verdadeira aberração.

Sou católico apostólico romano, porém, respeito outras religiões, crenças, enfim, todo tipo de manifestação religiosa.

Aos domingos vou à Igreja São Gonçalo do porto, assistir missa, tendo como pároco, Orozimbo de Paula, em uma de suas homilias; ele falou com bastante propriedade do perigo que esta inserção na lei da “ideologia de gênero” poderia ocasionar, principalmente nas cabeças das crianças.

Ai, ele deu um exemplo plausível e aceitável, vamos imaginar que essa sandice fosse aprovada, ele falou isso bem antes do dia 24 de junho, prazo limite para que as Câmaras Municipais aprovassem ou não essa inserção.

Ele complementa: imaginem vocês como ficaria a cabeça de uma criança quando sentisse necessidade de ir ao banheiro, ele ou ela, poderia se sentir no direito de entrar em qualquer um deles, pois não haveria uma diferenciação, entre masculino e feminino, como preconiza a definição de “ideologia de gênero”.

Felizmente por unanimidade os vereadores da Câmara Municipal de Cuiabá, retiraram do Plano Municipal de Educação PME, tanto as questões da orientação sexual quanto a famigerada “ideologia de gênero”.

Pare o mundo, quero descer!

Professor Licio Antonio Malheiros é geógrafo (liciomalheiros@yahoo.com.br)

* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Artigos
18/05/2016
26/02/2016
01/12/2015
20/11/2015
30/06/2015
02/02/2015
21/04/2014
09/02/2014
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
© 2017 - Todos direitos reservados