Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 18 de Novembro de 2017
Quem Somos   I   Contato
  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 POSSÍVEL ESCALONAMENTO
4 de Novembro, 2017 - 07:38
Governo anuncia calendário de escalonamento, mas diz que ainda não bateu martelo sobre medida
     

 Diante da incerteza sobre a entrada de dinheiro novo no caixa do Estado, o Governo divulgou, em coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (03), um calendário do escalonamento do salário dos servidores. Todavia, o governador Pedro Taques (PSDB) afirmou que ainda conta os recursos da Conab e assegurou que, mesmo sem esta verba, pelo menos 85% da folha salarial já está garantida.

“Nós ainda não podemos dizer isso [que será escalonado], porque existem possibilidades esta semana de entrar dinheiro novo. Se não entrar dinheiro novo, nós analisaremos as contas novamente para que possamos responder isso. Hoje, com o fluxo de caixa que nós temos, já é possível afirmarmos que 85% dos salários têm condições de ser pagos”, afirmou o governador.

Adiante, o secretário de Fazenda, Gustavo de Oliveira, explicou de que forma os salários serão pagos, caso haja necessidade de fracionar a folha. “Nós geramos a folha em frações escalonadas, isso não quer dizer que a decisão de escalonamento já tenha sido tomada. A folha, desde então, e vai ser assim a partir de agora, fica dividida entre servidores que ganham até R$ 5 mil, servidores que ganham entre R$ 5 e R$ 10 mil, e acima de R$ 10 mil, mas isso em caso de o Estado não poder pagar a folha inteira”, esclareceu.

Somente os servidores lotados na Secretaria de Estado de Educação (Seduc), o que incluiu professores e técnicos escolares, ficam de fora do possível escalonamento. Isso acontece porque o recurso utilizado para o pagamento destes profissionais não sai do Tesouro do Estado, mas sim do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

“É importante dizer que desde o mês passado, como nós não conseguimos honrar a folha integralmente no dia 10, a única escolha possível era se escolher quem seria pago ou não”, destacou Gustavo de Oliveira.

Esperança

Esta semana, em reunião coordenada pelo ministro da Agricultura, Blairo Maggi, Mato Grosso conseguiu a garantia do pagamento de uma dívida de mais de 20 anos com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O montante, no valor de R$ 109 milhões, deve ser pago nos próximos dias, segundo o presidente da Conab, Marcelo Bezerra.

Outro aporte prometido pelo Governo Federal, de quase R$ 500 milhões, deve ser incluído até o início de dezembro no caixa do Governo. O dinheiro é relativo ao Fundo das Exportações (FEX) e, do total, R$ 400 milhões ficam para o Executivo honrar suas dívidas, principalmente as da área da saúde e com os Poderes, e o restante será repassado aos municípios. 

Fonte: Erika Oliveira-OD
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
18/11/2017
17/11/2017
16/11/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2017 - Todos direitos reservados