Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 18 de Setembro de 2018
Quem Somos   I   Contato
  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Planejamento Financeiro.
9 de Marco, 2018 - 21:28
Falta de educação financeira incentiva setor de planejadores e profissional de MT comenta cenário
     

 Aquisição de um carro, casa própria ou a realização de uma grande viagem. Todos têm sonhos que acabam negligenciados pela rotina, que impõe gastos e imprevistos infindáveis. Para ajudar a realizá-los, um novo profissional começa a ganhar espaço no mercado. O planejador financeiro auxilia famílias a priorizarem custos para que seus esforços façam sentido e seus objetivos sejam alcançados com organização. A demanda é reforçada pelo relatório do Financial Planning Standards Board (FPSB) aponta o Brasil como terceiro país onde a atividade mais cresceu.


Leia mais:

Lei que garante linhas de crédito e incentivo fiscal à startups de MT entra em vigor

De acordo com o estudo, no último ano mais de 490 planejadores foram certificados pela Planejar, totalizando 3409 profissionais com a certificação CFP® (Certified Financial Planner – Planejador Financeiro Certificado). Além disso, pelo quarto ano consecutivo o país apresenta um crescimento sólido, com aumento de 16,78% em relação ao ano anterior. A estes fatores soma-se o fato de que os brasileiros têm pouca educação financeira, o que traz falta de conhecimento e falta de hábitos de economia saudáveis.

É o que explica a planejadora Daniela Ribeiro, que atua em Rondonópolis (215 km de Cuiabá). Para ela, Mato Grosso apresenta um potencial gigantesco, já que o setor ainda é pouco explorado. “No interior então, tem sido um trabalho de formiguinha”, diz. A análise é reforçada pela GFAI, primeira empresa a oferecer formação empreendedora para este profissional, que explica que a carreira está entre as oito mais promissoras, segundo a revista Veja SP.

Formada pela GFAI no último ano, Daniela começou a atuar na região sul do Estado em outubro. “Sou administradora em uma Clínica de Radiologia há cinco anos, mas no momento estou treinando outra pessoa para assumir minha função. Graças ao planejamento financeiro e muita disciplina, consegui dentro destes anos me organizar para poder realizar um sonho que começou lá atrás”, conta.

Seu interesse pela área nasceu da necessidade de material voltado à área da educação financeira. No Youtube, entre um vídeo ou outro, descobriu a sigla CFP®. “Isso me chamou atenção, não sabia o que a sigla significava,mas a entrevistada era autônoma e fazia e dizia exatamente o assunto do meu interesse. Com certeza aquilo tinha relação. Resolvi pesquisar e descobri o que já era na verdade uma profissão, a de Planejador Financeiro Pessoal.”

A partir daí, se profissionalizou e começou a contribuir para a realização dos sonhos de outras pessoas. Para isso, ajuda os clientes com conhecimento atualizado sobre o cenário econômico e finanças pessoais, além de discipliná-los e dar foco para que os novos hábitos estejam alinhados aos seus objetivos. “Todos os meus clientes tem sido case de sucesso, principalmente por perceber neste tempo a tranquilidade deles em relação ao que fazer com seu dinheiro e consequentemente a mudança de comportamento. Isso dá ânimo e certeza de que cada um conquistará o que almeja.”

 O diretor da Academia de Planejamento Financeiro GFAI, Janser Rojo define o profissional como alguém que ajuda a família a identificar, planejar e atingir seus objetivos de vida de curto, médio e longo prazo, incluindo viagens, educação dos filhos, aposentadoria, dentre outros. Para isso, além das ações já mencionadas por Daniela, ele lembra que são colhidos dados quantitativos e qualitativos e elaborado um plano que será acompanhado periodicamente.

Isso porque a maioria das pessoas não entende a importância de planejar a curto, médio e principalmente longo prazo. “Quando se trata das suas finanças, muitos "planejam" ter casas, carros, viajar e empreender, mas não sabem como organizar as ideias e traçar isso de forma planejada, mas apesar disso existe sim uma curiosidade e interesse em conhecer mais sobre o assunto”, finaliza.

Fonte: A.O
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
17/09/2018
16/09/2018
15/09/2018
14/09/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2018 - Todos direitos reservados