Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 19 de Agosto de 2018
Quem Somos   I   Contato
  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Abate Bovino.
3 de Junho, 2018 - 20:51
34% das plantas voltam a funcionar em MT e abate atinge 47% da produção diária
     

 Após bloqueios dos caminhoneiros em Mato Grosso, apenas 34% das plantas frigoríficas voltaram à atividade. Das 29 indústrias que processam carne bovina no Estado, 10 estão com expediente nesta sexta (1º). A média de abates, que é de 17 mil cabeças por dia, está reduzida a 47% da produção, limitada a 8 mil animais.


Em 10 dias do manifestações, cerca de R$ 420 milhões deixaram de ser movimentados no Estado pela suspensão das atividades dos frigoríficos. A previsão é de que o setor volte a funcionar normalmente a partir de terça (5).


O valor estimado das perdas leva em consideração que cada boi abatido no Estado tem preço médio de R$ 2,5 mil que, multiplicado por 17 mil, chega ao expressivo resultado de R$ 42,5 milhões diários.


De acordo com o diretor-executivo do Sindicato das Indústrias de Frigoríficos de Mato Grosso (Sindifrigo-MT), Jovenino Borges, muitas plantas ainda estão à espera do escoamento de carnes, que estão armazenadas, para outros Estado e para o exterior. “Muitos associados ficaram inseguros em comprar bovinos e a carga não chegar, em razão das ameaças de bloqueios que ainda existiram, mesmo após o anúncio do fim do movimento dos caminhoneiros”, relata.


Jovenino afirma que existe a sensação de corrida contra o tempo entre as empresas frigoríficas que querem negociar bois para o abate nos próximos dias, assim como para garantir que os contratos, principalmente os internacionais, sejam cumpridos dentro do prazo.


O Sindifrigo foi um dos primeiros setores a anunciar a paralisação das atividades do setor no início da crise gerada com o movimento dos caminhoneiros. Nas 29 plantas em atividade em Mato Grosso, o setor emprega cerca de 23 mil trabalhadores celetistas.


 

Fonte: R D
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
18/08/2018
17/08/2018
16/08/2018
15/08/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2018 - Todos direitos reservados