Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 22 de Outubro de 2018
Quem Somos   I   Contato
  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 EXPOVALE 2018
5 de Agosto, 2018 - 11:06
Diretoria da ACRIVALE, MP e Polícia Militar formam documento para regulamentar a 26ª EXPOVALE.
     

 O Ministério Público, representado pelos promotores de justiça, Herbert Dias Ferreira e Roberta Cheregatti Sanches, a ACRIVALE, Associação dos Criadores do Vale do Arinos, representada por seu tesoureiro Rafael Rosolin e presidente Jueine Paulo da Mota e a Polícia Militar, através do comandante regional, Tenente Coronel Fernando Shculz Galvão, estiveram reunidos na tarde dessa sexta-feira, 03 de agosto, para deliberar sobre a organização da 26ª EXPOVALE, Exposição Agroindustrial do Vale do Arinos, que acontece em Juara de 15 a 19 deste mês, bem como tecer orientações e obrigações aos organizadores e comerciantes da festa.


Ficou estabelecido que o primeiro evento da festa, a Cavalgada, sairá da Rua Aracaju, passará pelas Avenidas José Alves e Rio Arinos, até chegar na ACRIVALE, onde acontecerá o churrasco, sendo que no trajeto, pelo menos uma ambulância e quatro viaturas da PM deverão acompanhar os participantes.


A Polícia Militar manterá policiais nos portões de entrada da festa, revistando todos os participantes, para evitar a entrada de armas, tanto de fogo, como facas e canivetes e também não será permitido para o cidadão que não seja comerciante, a entrada com bebida no parque.


Não será permitida a entrada de copos ou garrafas de vidro no parque, todo comerciante deverá entregar as bebidas em copos ou garrafas plásticas, a exceção do ACRIVALE FAN FEST e Camarotes.


De acordo com o texto da lei do ECA, é proibido vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar a menores bebida alcoólica ou outros produtos que possam causar dependência. O comerciante que descumprir essa lei, poderá sofrer pena de detenção de dois a quatro anos, multa de R$ 3 mil a R$ 10 mil e terá o estabelecimento fechado até o recolhimento das multas.


O comerciante deverá conferir a cor da pulseira do cliente antes de vender a bebida alcoólica, e, se tiver dúvida poderá chamar a polícia.

Fonte: Assessoria de imprensa da ACRIVALE
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
21/10/2018
19/10/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2018 - Todos direitos reservados