Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 24 de Junho de 2019
Quem Somos   I   Contato
  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Agropecuária.
29 de Dezembro, 2018 - 18:06
Receita agropecuária de Mato Grosso deve encolher 1,14%
     

 Conforme dados divulgados ontem pelo Ministério da Agricultura (Mapa), por meio de sua nova estimativa para mensurar o Valor Bruto da Produção (VBP), o Estado deve fechar o ano, considerando o momento atual, com faturamento de R$ 50,82 bilhões, ante R$ 51,41 bilhões de 2012. Desse total, R$ 40,05 bilhões serão adicionados pela agricultura e R$ 10,76 bilhões pela pecuária. 


A perda da renda mato-grossense foi causada pelo comprometimento da produtividade e da pressão sobre as cotações do algodão e da soja. Neste mês, o Mapa passou a divulgar dados referentes à agricultura e à pecuária. Até então, apenas as lavouras eram consideradas na hora de dimensionar a rentabilidade no campo. Para se chegar às cifras, o Ministério multiplica a produção estimada pelo valor de mercado do período em análise.


A agricultura é responsável por mais de 78% do VBP agropecuário do Estado. A previsão para 2013 aponta queda de 1,88% sobre os R$ 40,82 bilhões faturados no ano passado e que deixaram o Estado no topo nacional da renda agrícola, ao superar pela primeira vez São Paulo. A retração de Mato Grosso é a única entre os estados do Centro-Oeste. São Paulo se recuperou e deve consolidar receita de R$ 53,74 bilhões somente com as lavouras, ante R$ 37,19 bilhões em 2012. 


Mesmo mantendo-se o maior produtor nacional de grãos e fibras, pesou contra a atividade estadual a retração da produção de algodão, perdas na colheita da soja e preços da oleaginosa. O VBP do algodão está 11,27% inferior ao contabilizado no ano passado, passou de R$ 8,07 bilhões para R$ 7,16 bilhões, o pior VBP desde 2011. A soja que no ano passado faturou R$ 23,11 bilhões tem estimativa de fechar o ano em R$ 21,13 bilhões, retração de 8,56%. 


Mantendo o feito de passar pela primeira vez o VBP do algodão, o milho é a cultura de maior expansão da receita, 23,53%. A estimativa aponta para cifras recordes, R$ 9,08 bilhões ante R$ 7,35 bilhões. Também em ascensão está o arroz (+16,43%) e a cana (+16,36%), com receita de R$ 1,28 bilhão, recorde para série. 




O VBP do Brasil chega a R$ 411 bilhões, ou, 9,7% acima de 2012.


Pecuária – A atividade deve apresentar evolução de 1,67% ao passar de R$ 10,59 bilhões para R$ 10,76 bilhões. Todos os setores têm estimativas acima do faturado no ano passado. Dos R$ 10,76 bilhões, R$ 7,49 bilhões virão da bovinocultura, R$ 724,31 milhões da suinocultura, R$ 1,98 bi da avicultura e R$ 536,17 milhões da produção de leite.


 

Fonte: mtnoticias.net
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
23/06/2019
22/06/2019
21/06/2019
20/06/2019
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2019 - Todos direitos reservados