Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 15 de Novembro de 2019
Quem Somos   I   Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Milho.
30 de Outubro, 2019 - 10:54
Milho: O dia Começa com cotações ainda estáveis na Bolsa de Chicago
     

 O Dia começa com estabilidade para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam movimentações máximas de 0,75 pontos negativos por volta das 09h14 (horário de Brasília).


O vencimento dezembro/19 era cotado à US$ 3,86 com estabilidade, o março/20 valia US$ 3,95 com queda de 0,50 pontos, o maio/20 era negociado por US$ 4,02 com desvalorização de 0,75 pontos e o julho/20 tinha valor de US$ 4,08 com baixa de 0,75 pontos.


Segundo informações do site internacional da Successful Farming, a estabilidade permanece no mercado com o avanço da colheita influênciando de um lado e as perspectivas de adversidades climáticas puxando para o outro.


Cerca de 41% da safra de milho dos Estados Unidos foi colhida nesta semana, atrás da média anterior de cinco anos de 61%, informou o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) em seu último boletim na segunda-feira. No Missouri, 64% já haviam sido colhiodos, atrás dos 84% normais.


"Uma tempestade que sopra das Montanhas Rochosas está se movendo para as planícies do sul, à medida que os alertas do clima de inverno entram em vigor hoje à noite em partes do Kansas e nos estados do Oklahoma e Texas. O clima frio também é esperado em partes do Missouri, o que provavelmente acabará com a maturidade de todas as plantas que continuarem crescendo no solo, embora a frente fria anterior já possa ter parado de crescer", aponta o analista Tony Dreibus.


Relembre com fechou o mercado na última terça-feira:


Milho registra poucas movimentações em Chicago nesta terça-feira


Mercado interno também flutuou pouco


A terça-feira (29) chega ao final com leves valorizações para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registraram ganhos entre 1,25 e 2,25 pontos.


O vencimento dezembro/19 foi cotado à US$ 3,86 com valorização de 2,25 pontos, o março/20 valeu US$ 3,96 com alta de 1,50 pontos, o maio/20 foi negociado por US$ 4,02 com elevação de 1,25 pontos e o julho/20 teve valor de US$ 4,08 com ganho de 1,25 pontos.


Esses índices representaram ganhos, com relação ao fechamento da última segunda-feira, de 0,52% para dezembro/19, de 0,51% para o março/20, de 0,25% para o maio/20 e de 0,25% para o julho/20.


Segundo informações da Agência Reuters, os futuros de milho de Chicago foram misturados nesta terça-feira, com o avanço da colheita nos Estados Unidos restringindo os ganhos de preços, enquanto os traders aguardavam novos desenvolvimentos nas negociações comerciais entre EUA e China.


A colheita de milho americana estava 41% concluída, acima dos 30% uma semana antes e abaixo do ritmo médio de 61%, informou a agência. O progresso da colheita de milho ficou abaixo da estimativa comercial média de 43%.


“As previsões de neve em uma ampla faixa do Meio-Oeste dos EUA, de Missouri a Wisconsin, de acordo com o Commodity Weather Group, estão prontas para retardar ainda mais a colheita e levantaram questões sobre os impactos climáticos na safra de milho dos EUA”, apontou P.J. Huffstutter, da Reuters Chicago.


Mercado Interno


No mercado físico brasileiro, a terça-feira registrou cotações permanecendo sem movimentações, em sua maioria. Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, foram registradas desvalorizações apenas em Campinas/SP (1,07% e preço de R$ 45,31), Ubiratã/PR e Londrina/PR (1,49% e preço de R$ 33,00).


Já as valorizações foram percebidas nas praças de Jataí/GO e Rio Verde/GO (1,49% e preço de R$ 34,00), Brasília/DF (2,94% e preço de R$ 35,00), Sorriso/MT disponível (6% e preço de R$ 26,50) e Sorriso/MT balcão (9,09% e preço de R$ 24,00).


Em seu reporte diário, a XP Investimentos apontou que, o dia teve com poucas novidades no mercado de grãos, embora o ambiente pressionado persista.“As recentes quedas do dólar frente ao real, que saiu de níveis próximos de R$ 4,20 para R$ 4,00, somadas aos recuos em Chicago são os pontos chaves do aperto. A perda do suporte nos preços de porto brasileiros está diretamente ligada a estes fatores, diminuindo espaço para barganha no mercado local”, disseram os analistas.


 

Fonte: P do A.
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
15/11/2019
14/11/2019
12/11/2019
11/11/2019
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2019 - Todos direitos reservados