Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 15 de Novembro de 2019
Quem Somos   I   Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Milho no Mercado.
6 de Novembro, 2019 - 10:49
Com foco nas negociações entre EUA e China, mercado do milho opera com altas neste dia.
     

 Neste dia as referências futuras para o milho trabalham com ligeiras altas na Bolsa de Chicago (CBOT). Os principais vencimentos negociados da commodity operam com valorizações de 2,00 a 1,25 pontos, por volta das 9h17 ( Horário de Brasília). O contrato Dezembro/19 trabalhava a US$ 3,83 por bushel e o março/20 estava cotado a US$ 3,93 por bushel.


Segundo as informações da Successul Farming, os contratos da soja e milho foram apenas um pouco mais altos nas negociações da noite para o dia, com os investidores avaliando o otimismo sobre um acordo comercial com a China contra a pressão da colheita.


“Os EUA e a China estão caminhando para um acordo de fase um com alguns detalhes que ainda precisam ser elaborados. Encontrar um local adequado para assinar o pacto “parcial” é um dos detalhes ainda incertos”, informou Tony Dreibus.


Confira como fechou o mercado na terça-feira:


Milho: Mercado futuro finaliza a sessão desta 3ª feira com ligeiras quedas na Bolsa de Chicago


Na Bolsa de Chicago (CBOT), as referências para o milho encerrou com perdas na sessão desta terça-feira (05). Os principais vencimentos do cereal finalizaram o dia com um recuo de 1,50 a 1,75 pontos. O contrato Dezembro/19 fechou o dia cotado a US$ 3,81 por bushel, enquanto, o Março/20 encerrou a US$ 3,91 por bushel.


De acordo com as informações da Reuters Internacional, os futuros de milho dos Estados Unidos fecharam com queda devido ao clima seco do Meio-Oeste americano impulsionando a colheita. “A colheita está rolando e os agricultores estão vendendo. Não há notícias otimistas por aí e é apenas um pouco mais lento ”, disse Craig Turner, corretor de commodities da Daniels Trading a Reuters Internacional.


Ainda segundo a Reuters Internacional, o posicionamento à frente de um relatório mensal de oferta e demanda de colheitas do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) na sexta-feira também pesou nos preços, já que os traders anteciparam reduções mínimas nas perspectivas da safra de milho e soja, apesar do mau tempo das safras neste ano.


Outro fator que tem pesado no mercado é as negociações comerciais entre EUA-China, já que o acordo da “primeira fase” permanece sem assinatura. A China está pressionando o presidente dos EUA, Donald Trump, a remover mais tarifas impostas em setembro como parte do acordo, disseram pessoas familiarizadas com as negociações na segunda-feira.


Mercado Interno


Nesta Terça-feira, o mercado interno brasileiro registrou movimentações pontuais nas principais praças pesquisadas pelo o Notícias Agrícolas. A região de Sorriso/MT, a saca disponível do cereal registrou valorização de 9,80% e terminou o dia cotada a R$ 28,00. Já os preços Balcão ficaram ao redor de R$ 21,00 a saca e com um recuo de 8,70%.


Em Brasília, os preços para a saca do milho está em torno de R$ 35,00 com uma queda de 5,41%. Na região de Dourados/MS, a saca do cereal registrou uma valorização de 4,48% e está cotada a R$ 35,00.


No município de Campinas/SP, o milho terminou o dia precificado ao redor de R$ 43,34 a saca com uma alta de 3,54%. Em Porto Paranaguá, a saca disponível do milho gira ao redor de R$ 39,50 e com um recuo de 1,25%.


 

Fonte: P do A.
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
15/11/2019
14/11/2019
12/11/2019
11/11/2019
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2019 - Todos direitos reservados