Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 15 de Agosto de 2020
Quem Somos   I   Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Gado Protegido.
24 de Julho, 2020 - 14:36
Cercamento é importante para evitar problemas com lotação de animais no pasto, aponta analista da Belgo Bekaert
     

 "Apesar da constante profissionalização do setor, ainda vemos no país algumas propriedades que erram nesse manejo e acabam deixando de alcançar a sua máxima produtividade", afirma Rafael Silva da Costa, analista de mercado agro da Belgo Bekaert.


A taxa resulta da divisão do número total de animais pela área pastejada. O número é importante para calcular a capacidade de suporte da pastagem, que é variável ao longo do ano devido a fatores climáticos. Essas informações ajudam a definir estratégias para o ganho de peso dos bovinos, facilitando o aumento dos rendimentos por parte do criador, segundo explica o especialista.


"Para evitar o sub-pastejo, que acontece quando há muito pasto para poucos animais, e o super partejo, quando há muitos bovinos em pouco espaço, o cálculo precisa ser preciso. Com isso, o produtor poderá se adaptar ao modelo ideal utilizando de recursos que o auxiliem a atingir seu potencial, como o manejo rotacionado, que é um bom sistema para aproveitar toda a área da fazenda", diz Rafael Costa.


Nesse sistema, detalha o analista, consiste na divisão da área de pastagem em piquetes, que são submetidos a período alternados de pastejo e descanso, que são pastejadas por lotes de animais em sequência, ao contrário do que acontece no pastejo contínuo – quando o rebanho fica no mesmo ambiente por um período maior. "Como benefício, o criador poderá aumentar sua produtividade de arrobas por hectare, evitando prejuízo na engorda do gado", pontua o profissional da Belgo.


O manejo rotacionado só é possível por causa da tecnologia de cercamento, que tem melhorado ano a ano. Com arames mais duráveis, com alta qualidade e fácil instalação, qualquer produtor rural pode utilizá-las em qualquer região brasileira. A divisão com cercas impede que os bovinos rompam os bloqueios e consumam pasto menos adequado ou que se alimentem acima do necessário, além de impedir a invasão de outros animais, que causam estresse ou perigo ao rebanho.


"A Belgo tem se dedicado a oferecer soluções de alta eficiência para os pecuaristas. Em nossa linha, a cerca pronta Belgo Bovino é uma excelente solução para esse sistema de criação. Inteligente e versátil, é muito mais econômica que as cercas convencionais. Além disso, tem manutenção prática e alta durabilidade, já que possui liga especial de zinco e alumínio", finaliza Rafael Silva da Costa.

Fonte: P do A.
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
14/08/2020
13/08/2020
12/08/2020
11/08/2020
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2020 - Todos direitos reservados